Archive for setembro \29\UTC 2009

Profissionais de Odontologia promovem trabalho de voluntariado no Abrigo Moacyr Alves

setembro 29, 2009

Profissionais de Odontologia promovem trabalho de voluntariado no Abrigo Moacyr Alves

Data: 29/09/2009 – terça-feira

Foto: A. Chíxaro

Dedicar a sua vivência profissional e o seu tempo a crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais do Abrigo Moacyr Alves – AMA é uma das rotinas de pessoas como Sheila e Rosana – profissionais de odontologia voluntárias voltadas para atender pacientes com necessidades especiais.

De acordo com Sheila Boschini, odontológa voluntária do AMA, um dos objetivos do setor é a eliminação dos problemas e dores dos pacientes, praticar a escovação e prevenção com o auxilio dos cuidadores dos abrigados.

“Como o público atendido são crianças com necessidades especiais, o foco principal é a eliminação de dores e do mal-estar visando sempre a sua qualidade de vida”, ressaltou Boschini.

As crianças atendidas recebem os tratamentos de profilaxia, extrações, restaurações em amálgama e resina e a escovação.

Atendimentos de canal e prótese, apesar de necessários em alguns casos não podem ser feitos no Abrigo Moacyr Alves por ausência de equipamentos como: autoclave (esterilização), amalgamador (em cápsula), fotopolimerizador e bomba a vácuo, além da ampliação da equipe o que tornaria uma assistência com maior precisão e qualidade.

A meta do setor de odontologia é atender as crianças e adolescentes uma vez por do mês, ou seja, um atendimento mensal, mas para isso é importante que novos voluntários na área de odontologia cooperem com o projeto.

“Temos dois pontos importantes nesse processo: primeiro: as crianças precisam de ajuda, pois são crianças esquecidas e que precisam além de atendimento, de muito carinho e atenção. Segundo: quando se faz algo para o outro é extremamente gratificante, pois faz você sentir-se útil para a sociedade”, ressaltou Sheila.

Para a diretora do Abrigo Moacyr Alves, Claudete Ciarlini, a adesão e cooperação de novos voluntários representa um grande avanço na qualidade de vida dessas crianças e adolescentes, não apenas na área de odontologia, mas também na área médica, pedagógica, de fisioterapia, de psicologia e em qualquer outra área multidisciplinar.
dentista

Anúncios

Matéria: Abrigo Moac yr Alves realiza Bre chó Mãos Unidas

setembro 25, 2009

Há mais de dez meses funcionários, voluntários e amigos do Abrigo Moacyr Alves uniram-se com um único objetivo de realizar o Brechó Mãos Unidas que tem como objetivo reverter todo material sem utilidade para a instituição em verba para despesas e pagamentos. Nesse próximo domingo, (20), a partir das 6h30, no Bairro do Mutirão, Zona Leste de Manaus, acontecerá o Brechó Mãos Unidas com a venda de produtos variados, como por exemplo: calcados, roupas, brinquedos, móveis e outros sendo que a forma de pagamento é realizada a vista.

Medicamentos, alimentos (leite de soja, leite integral etc), material de limpeza e de higiene pessoal entre outras necessidades são alguns dos itens que compõem a lista de materiais essenciais para o abrigo.

A equipe do brechó é composta por onze colaboradores fixos que se voluntariam nesse dia para auxiliar na organização e na venda dos produtos e conta ainda com a parceria de doadores e em especial da Dona Dolores Serpa que cedeu o veículo para o deslocamento das mercadorias.

O Abrigo Moacyr Alves funciona como abrigo temporário e permanente para crianças que apresentam quadros de violência doméstica, em situação de risco, negligência familiar, problemas psicológicos e neurológicos, portadores de necessidades especiais, com múltiplas deficiências e completamente dependentes, abandonadas por seus familiares.

Atualmente, embora os recursos básicos sejam custeados pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social – SEAS, existem carências não cobertas, demandando recursos financeiros as quais o Abrigo Moacyr Alves – AMA não dispõe. Como exemplo, pode-se citar: alimentos perecíveis e não perecíveis, medicamentos especiais, fraldas descartáveis (média mensal de 5.000 unidades), material de higiene pessoal, roupas e calçados, roupas de cama, mesa e banho, obras de melhorias, ampliações de infraestrutura, equipamentos de suporte (freezer e geladeiras) e instalações adequadas para tratamento e desenvolvimento psicomotor e social dos portadores de necessidades especiais.

Aqueles que desejarem colaborar podem fazê-lo por meio de depósito bancário: Bradesco ag. 3734-6 c/c4780-5.

O Abrigo Moacyr Alves – AMA está localizado naRua 07 , S/N – Alvorada I.

Fone/Fax: 3238-2115

E-mail: abrigomoacyralves@hotmail.com

Amor incondicional d e mães ultrapassa ba rreiras

setembro 23, 2009

Amor incondicional de mães ultrapassa barreiras

Amor, atenção e convívio familiar são ingredientes fundamentais para a felicidade e o desenvolvimento saudável de uma criança, essa foi a fórmula encontrada por famílias que se encantaram com crianças portadoras de necessidades especiais e em situação de risco que moravam no Abrigo Moacyr Alves – AMA.

Dedicar-se com amor e abnegação tem sido uma das constantes do cotidiano dessas mães que ultrapassam barreiras e obstáculos na vivência com seus filhos. Além da melhoria de vida, as mães buscam diariamente dar todo o apoio e atenção necessários para se estabelecer um vínculo de confiança com esses menores, que anteriormente tinham como referência de família os funcionários e voluntários do abrigo.

De acordo com a professora de ensino fundamental, Ana das Graças, 60, quando começou a participar do Projeto “Mães de Coração” há mais de um ano – projeto no qual “pais” e “mães” adotam as crianças por um dia no Abrigo Moacyr Alves, despertou um lado materno que até então não possuía, pois, a mesma é viúva e nunca teve filhos. Em uma festinha do dia das crianças conheceu D.V., 15, abrigado de maneira permanente na instituição. “Nesse dia ele olhou pra mim e segurou a minha mão, eu perguntei a ele – Você quer que eu seja sua mãe? Ele disse: Quero. A partir daí resolvi iniciar o processo de adoção, pois, quero realmente me dedicar a ele e ajudá-lo da melhor maneira possível”.

D.V. apresenta o quadro de epilepsia e algumas complicações decorrentes de um acidente de carro. Porém, quando começou a receber os cuidados exclusivos e diferenciados de D. Ana o seu desenvolvimento tornou-se muito mais eficaz repercutindo nos aspectos físicos, emocional e social. Quando D.V. chegou à casa de D. Ana, não falava e quase não interagia com as pessoas, depois de quatro meses, ele conversa com ela e com os demais familiares, troca idéias e realiza as atividades da escola na qual estuda.

“Quando ele me chama de mãe, eu sinto uma grande emoção. Fico emocionada com o progresso dele na escola, em casa e tenho aprendido mais com ele do que ele comigo. Pretendo finalizar o processo de adoção o quanto antes”, disse ela.

Para a coordenadora de eventos, Patrícia S. V., a adoção significa a sua razão de viver e momentos de grande felicidade.

A. C. A. , 10, foi abandonada com apenas 15 dias de vida por seus familiares por ter nascido com os lábios leporinos. Patrícia a conheceu no Abrigo Moacyr Alves e quando a pegou nos braços pela primeira vez, ficou bastante emocionada, passando a visitá-la todos os dias no berçário.

“Todos os dias eu a visitava no abrigo e comecei a nutrir um sentimento materno enorme por ela, já não consegui mais ficar longe nem um dia. Quando ela tinha oito meses, o documento de destituição de pátrio-poder foi regulamentado e eu dei entrada no juizado, finalizando o processo de adoção. Hoje, a minha filha realiza todos os meus sonhos, foi a melhor coisa que me aconteceu, é um sentimento de amor e realização no qual a gente pode se doar e viver em função do outro e não apenas de si mesma”, ressaltou ela.

Segundo a diretora do Abrigo Moacyr Alves, Claudete Ciarlini, no caso de adoção de crianças especiais é somente para pessoas especiais, dotadas de sentimentos nobres, que enxergam a alma e não o corpo da criança, por isso, o sentimento que floresce é de amor verdadeiro, um amor de mãe.

“Quem adota crianças especiais, é porque já possui um sentimento latente á espera desse filho especial. Esse tipo de sentimento é incompreensível para muitas pessoas, para aqueles que têm medo de amar e de se doarem…esse sentimento já vem registrado nas profundezas da alma e do inconsciente e um dia ele desperta”, ressaltou Ciarlini.

A adoção no Brasil caracteriza-se por ser um procedimento legal que consiste na transferência de todos os direitos e deveres dos pais biológicos para uma família substituta, conferindo para essas crianças e adolescentes todos os direitos e deveres de filho, quando e somente quando forem esgotados todos os recursos para que a convivência com a família original seja mantida. O processo é regulamentado pelo Código Civil e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Abrigo Moacyr Alves realiza passeio ao z oológico.

setembro 23, 2009

Abrigo Moacyr Alves realiza passeio ao zoológico.

Vislumbrar um ambiente ecológico cercado de animais e plantas foi um dos diferenciais do passeio mensal realizado pelo Projeto “Mães de Coração” do Abrigo Moacyr Alves – AMA. O passeio ao zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva – CIGS foi realizado no dia 30 de maio, às 8h30, localizado na Av. São Jorge, Zona Oeste.

Mais de quarenta (40) crianças e adolescentes, portadores de necessidades especiais – PNE’s, tiveram um dia bastante diferente e animado com a oportunidade de ver pela primeira vez e de perto animais da fauna amazônica, dentre eles: jacaré, onça-pintada, anta, cobras, macacos e outros. Durante o passeio, cada “pai” ou “mãe” do coração acompanhou uma, ou duas crianças, no trajeto pelo local escolhido ajudando na locomoção e alimentação de seus “filhos adotivos”.

Após o passeio ao zoológico as crianças participaram, no espaço de convivência, de um piquenique variado organizado especialmente pelas “mães de coração”.

Os passeios turísticos são realizados em todos os últimos sábados de cada mês e fazem parte das programações do Projeto “Mães de Coração”, que desenvolve atividades de voluntariado todos os sábados na instituição, “adotando as crianças e adolescentes por um dia”, concedendo a elas carinho, atenção e amor.

Crianças portadoras de necessidades espe ciais do Abrigo Moac yr Alves realizam pa sseio ambiental.

setembro 23, 2009

Crianças portadoras de necessidades especiais do Abrigo Moacyr Alves realizam passeio ambiental.

Respirar o ar livre, contemplar a natureza e os animais foi uma das novidades vivenciadas por cinquenta (50) crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais do Abrigo Moacyr Alves – AMA, no dia 25 de abril, às 9h, no Bosque da Ciência localizado na Av. Otávio Cabral, bairro do Coroado, Zona Leste. Os passeios turísticos são realizados em todos os últimos sábados de cada mês e fazem parte das programações do Projeto “Mães de Coração”, que desenvolve atividades de voluntariado todos os sábados na instituição, “adotando as crianças e adolescentes por um dia”, concedendo a elas carinho, atenção e amor.

As crianças já foram levadas para vários passeios, visitas e tours na Cidade de Manaus, como: Praia da Ponta Negra, Parque dos Bilhares, Parque do Mindú, Lagoa do Japiim, Parque do Idoso e programações internas.

Após visitarem as trilhas educativas, o tanque de peixe-boi, o viveiro de ariranhas e de jacarés, a casa da ciência, o orquidário e outras atrações oferecidas pelo parque, as crianças se reuniram no espaço de lazer para um especial piquenique organizado por seus “pais e mães de coração”.

Projeto “Mães de Cor ação” adota crianças portadoras de neces sidades especiais po r um dia no Abrigo M oacyr Alves – AMA.

setembro 22, 2009

Crianças portadoras de necessidades especiais são “adotadas por um dia” no Abrigo Moacyr Alves – AMA recebendo carinho, atenção e momentos de descontração ao lado desses voluntários no projeto intitulado “Mães de Coração”. As atividades do projeto são realizadas todos os sábados, em tempo integral, no Abrigo Moacyr Alves localizado na Rua 07 , S/N – Alvorada I.

Todos os sábados, as cinquenta crianças e adolescentes portadoras de necessidades especiais atendidas e abrigadas na instituição se arrumam e, ansiosas, esperam a chegada desses voluntários que tornam-se, por um dia, seus pais adotivos dando-lhes um pouco do amor “ausente” do ambiente familiar e levando-os para momentos de recreação, lazer e diversão.

De acordo com a Relações Públicas do AMA, Corina Amaral da Costa, as crianças e adolescentes são levadas para vários passeios, visitas e tours na Cidade de Manaus, como: Praia da Ponta Negra, Parque dos Bilhares, Parque do Mindú, Lagoa do Japiim, Parque do Idoso e programações internas.

Para a coordenadora do Projeto “Mãe de Coração”, Marisa Terezinha Silvestre, 56, os principais ingredientes no projeto são o amor e a atenção dispensados às crianças, uma vez por semana. Além disso, deve-se levar em consideração a responsabilidade do trabalho, pois, as crianças ficam esperando pelas visitas e sentem falta quando uma “mãe” não pode comparecer ao abrigo . As “mães” e “pais” podem, na verdade, visitar em qualquer dia da semana, seguindo o dia e horário escolhido no ato de sua inscrição no projeto.

“Aos sábados aproveitamos para programar além de atividades internas, as comemorações festivas, aniversariantes do mês, passeios externos, piqueniques, etc… É um tipo de trabalho que todo cidadão deveria tirar um pouquinho de seu tempo para dedicar-se, pois, o mundo seria bem melhor. Para mim não há dinheiro que pague. Quando você vê uma criança que mal consegue se expressar, reconhecê-lo e esboçar um sorriso é uma satisfação muito grande”, disse a coordenadora.

Para Fátima Freire Teixeira, 54, que atua há 12 anos como “Mãe de Coração”, o projeto já conseguiu reunir filhos, nora e netos em torno de um mesmo objetivo: doar um pouco de seu tempo para essas crianças e adolescentes dando-lhes atenção, amor e carinho.

“Quando o meu marido faleceu, o abrigo foi o meu porto seguro. A filosofia desse trabalho é a doação de bons sentimentos, na qual se recarrega as nossas baterias e a das crianças, também. Eu me sinto muito feliz e esqueço dos problemas externos e sinto um bem-estar físico, mental e psicológico””, disse Teixeira.

O Projeto “Mães de Coração” iniciou há doze anos na Casa Espírita Tomás de Aquino e surgiu da necessidade de preencher os horários ociosos das crianças e adolescentes do abrigo e, ainda, proporcionar atividades internas com programações festivas e passeios externos na cidade de Manaus, nas quais os voluntários podem dar atenção exclusiva a essas crianças. Atualmente, o programa conta com o apoio de 30 pessoas, de vários segmentos da sociedade.
amaatual

Abrigo Moacyr Alves realiza atividades na Semana Nacional da Pessoa com Necessidades Especiais.

setembro 22, 2009

Para comemorar a Semana Nacional da Pessoa com Necessidades Especiais e sensibilizar a sociedade para as questões que envolvem as crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais, o Abrigo Moacyr Alves preparou atividades diversificadas voltadas para o público da instituição.

Passeios, programações recreativas e vídeos fizeram parte das atividades organizadas pelos funcionários e voluntários do abrigo. Durante a semana, o Abrigo Moacyr Alves cedeu o ônibus da instituição à Escola Municipal Especial André Vidal de Araújo para a realização dos passeios turísticos pela cidade de Manaus, dentre eles: o Teatro Amazonas, Largo São Sebastião e a Praia da Ponta Negra.

Na próxima sexta-feira, (28), a partir das 16h, os funcionários, voluntários e as cinqüenta crianças e adolescentes do abrigo acompanhados de uma banda musical farão uma caminhada de sensibilização na Praia da Ponta Negra chamando a atenção da sociedade sobre as dificuldades enfrentadas pelos portadores de necessidades especiais.

Para o encerramento do evento o Projeto “Mães e Pais de Coração”, que desenvolve atividades de voluntariado todos os sábados na instituição, “adotando as crianças e adolescentes por um dia”, farão um lanche especial a partir das 9h, no hall do abrigo, para o público da instituição.